in

Cartão de crédito BNDES para MEI: Saiba como solicitar o seu

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) lançou cartão de crédito para MEI. A vantagem do BNDES está nas ofertas de taxas de juros mais baixas e o objetivo de ajudar no financiamento a médio e longo prazo.

O cartão BNDES possui uma das taxas de juros mais baixas do mercado, que chegam a 1,05% ao mês e a fatura pode ser parcelada em até 48 meses.

Destinado ao público MEI, para ter direito ao benefício os empreendedores interessados precisam ter um faturamento anual de até R$ 81 mil. É preciso ainda estar com toda a documentação em dia no ato da solicitação e ter também residência fixa no Brasil. Outro ponto importante é de que o cartão não seja utilizado para despesas pessoais, o cartão precisa ser utilizado exclusivamente pela empresa.

Vantagens do cartão BNDES

Como falado anteriormente uma das principais vantagens está na taxa de juros de apenas 1,05%.

O vencimento da fatura acontece sempre a cada 15 dias e a forma de pagamento é feita via débito automático na conta corrente do MEI, conta esta que é informada no processo de solicitação do cartão.

Veja como solicitar o cartão BNDES para MEI

Para conseguir acesso ao cartão BNDES o primeiro passo é ter uma conta corrente em algum destes bancos:

  • Banco do Brasil
  • Banco do Nordeste
  • Banrisul
  • Banestes
  • Bradesco
  • BRDE
  • Caixa Econômica Federal
  • Itaú
  • Sicoob
  • Sicredi

É do banco emissor escolhido a responsabilidade pela análise e aprovação do crédito, bem como todo o relacionamento com sua empresa, incluindo a cobrança de prestações e a aplicação de tarifas.

Para obtenção do Cartão BNDES é obrigatório que sua empresa esteja em dia com o INSS, FGTS, tributos federais e RAIS. Você pode “avançar” na sua solicitação do cartão enquanto regulariza a situação fiscal de sua empresa, caso haja alguma pendência.

O segundo passo é acessar o site do BNDES e clicar na opção “Solicite seu Cartão”, em seguida preencher um formulário, que solicitará informações como o CNPJ e a Classificação nacional de Atividades Econômicas (CNAE). Por fim, selecione o banco ao qual será vinculado o cartão (algum dos citados à cima) e por fim, faz-se o envio da proposta.

Após preencher a proposta no site do BNDES, o empresário deverá comparecer a agência do banco ao qual foi informado no ato da solicitação e apresentar os seguintes documentos:

1- Certidão Negativa de Débitos relativos a Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da União (CND) ou Certidão Positiva com Efeitos de Negativa de Débitos relativos a Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da União (CPEN), expedida conjuntamente pela Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB) e pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) (www.receita.fazenda.gov.br).

2- Certificado de Regularidade do FGTS (www.caixa.gov.br).

3- Comprovação de Regularidade quanto à entrega da RAIS.

4- Declaração na qual ateste, em síntese, estar com a sua situação regularizada perante os órgãos públicos e a legislação pertinentes, conforme modelo disponível no menu “Regras” do site do Cartão BNDES (www.cartaobndes.gov.br).

Caso a documentação citada não for necessária, a instituição bancária escolhida pelo microempreendedor terá o prazo de até 30 dias para enviar o cartão de crédito ao endereço que você preencheu no formulário de requerimento.

What do you think?

Written by admin

Comments

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Banco do Brasil encerra parceria com as lotéricas: Saques e verificação de saldo apenas até dia 18/11/2020

Azul Itaucard Visa Infinite: até 5,25 pontos por dólar gasto